domingo, 12 de agosto de 2012

Metamorfose
um dia peixe, outro dia ave 
Nonato Albuquerque

Um dia peixe, nascemos;
nas muitas águas, rumamos...
e noutro, aves seremos
alçando os ares do mundo.

Um dia sementes na Terra
que, ela, responde com espigas;
num outro, o homem-semente;
que em outro em alma se lança.

Um dia, de peixe das águas
seremos aves, seremos;
para no azul amanhecermos.

Um dia, água dos peixes;
no outro, o vento dos ares
em tudo e todos, presença.