segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

UM COMBOIO NOS CÉUS DE FORTALEZA

.


Um avião nos céus, nenhuma surpresa causa. Mas se essa aeronave é gigantesca e tem a formação de um trem que voa baixo comboiando os vagões no ar, é algo surrealista. Eu tenho sonhos assim que, provavelmente, terão explicações à luz da Psicologia. 

Hoje, por exemplo, sonhei estar no final da avenida Luciano Carneiro, em Fortaleza, quando sou alertado por uma voz saída de algum alto falante. “Cuidado, avião em operação de pouso. Todos os que estiverem na rua, por favor, saiam de perto para evitar acidente”.

Olho para o alto e vejo a pujante aeronave comboiando um trem – sim, vagões como se fosse um veículo ferroviário mas com a diferença de que eles voam. Ou seria melhor dizer volitam.

Enquanto passam acima de minha cabeça, penso que se acordar eu terei ‘pano pras mangas’ do que, vez por outra, acontece quando sonho com aviões.

Em alguns deles, vejo aeronaves viajando detrás para frente. Outras voando tão baixo que é possível tocá-las.  Lembro-me de um cargueiro que descia tão baixo ali pelos lados do Montese, bairrro da capital cearense, que era possível ver o piloto acenando para alguém na terra.

O que esses sonhos querem dizer, eu não sei. Curiosamente, sempre que sonho com um deles, acontece de surgir eventos ligados à morte de alguém famoso ou algum desastre, tipo terremoto ou coisa parecida.

Toc toc toc... para que nada aconteça.