segunda-feira, 13 de maio de 2013

Poesia
Sementes do coração


Sementes de luz é o que somos na Vida
no trânsito fortuito que a Terra nos dá
buscamos de vez enraizar-nos na lida
e que a árvore do céu seja aqui e não lá.

No campo sagrado que é luta renhida
o Tempo acolhe promessas de amar
Plantando esperança na dor mais sentida
Colhemos virtudes de sempre se achar

Mas se por acaso a dor nos confere
o seu aguilhão que terrível nos fere
querendo no peito nosso se alojar,

façamos um trato: que ela nos libere
de sermos escravos para que não gere
em nós o desastre do verbo chorar...

posted by NONATO ALBUQUERQUE