sábado, 8 de junho de 2013

SEMENTES DO PLANETA TERRA

.


Semente nova colocada sob a terra,
Em outra estação do tempo, eu
Fui colhido na semeadura de paz
Do fruto do amor que uniu meus pais.

Verões se passaram e eu na primavera
Derramei de meus galhos folhas e frutos
Por invernadas que passei solidariamente
Até chegar ao outono desse meu tempo hoje.

Aguardo o instante de uma vez mais
Voltar a semear meu corpo na santa Terra
E deixar saudosos os que me abrigaram. 

Promessa de renascer em estação outra
Sou, por isso adormecer nesse chão irei 
até que meus pés venham caminhar de novo.