domingo, 29 de dezembro de 2013

2014



A deprê de Natal, não pintou.
Ainda bem. Noel veio. Gostei.  
Agora próximo ao fim de ano,
U´a saudade do futuro me toma.

Pra lá, abacaxi; eu preciso viver.
2014 é algo novo, como a idade
Que me acerca. Preciso esticá-la
Mais e mais do que eu imagino.

Por que essas coisas em eventos
Como Natal e Reveillon acham
De acontecer quando não deviam?

Este ano quero PAR no meu cor(po)
ação muita para não parar nunca;
e a mão do amigo que me quiser.