quinta-feira, 10 de abril de 2014

A COR DO ACORDE DA VIDA




A cor 
do acorde da manhã, 
acorda a côrte, cortesã
deixa a luz do sol entrar e vê

o Amor 
que amortece a dor que faz 
adormecer toda a paz 
que pacifica meu verso ser 

No mar da vida 
onde eu busco achar meu cais 
meu barco é leve, 
leva e ele trás 
notícias de meu bem querer 

E ao fim do dia 
quando o corpo meu não mais rimar 
remar eu vou pr´outro lugar 
e em novo acorde, amanhecer.