domingo, 8 de fevereiro de 2015

UM BANGALÔ NAS NUVENS: VIDAS TRANSITÓRIAS

UM BANGALÔ NAS NUVENS: VIDAS TRANSITÓRIAS

VIDAS TRANSITÓRIAS



Um dia, quando eu deixar a terrena presença
Não alimente sua dor com ais de sofrimento,
Pois vivo estarei, assim como neste momento
Eu sou. Não limite outra que não essa crença.

Todos somos passageiros com alguma licença
De elevar nessa vida corpórea um sentimento:
Há quem o chame de amor, esse doce alimento
Há quem o diga ser paz essa terna querença.

Chorar porquê se, logo logo, todos estaremos
Juntos na dimensão da Luz que nos aguarda
para cumprir o destino das vidas transitórias

Agradecer sim, é o que todos nós devemos
Na hora de alcançar essa outra mansarda
Onde nos reuniremos para somar as vitórias.

® Nonato Albuquerque


sábado, 7 de fevereiro de 2015

O LADO B DA VIDA


Saí, porque estava em tempo, 
andava tonto
Pensar que esperava um século, não deu...
Voltei. 
Tomei um tanto. Vomitei outro.
Falei muito géri-géri
“Pra rever os amigos que um dia, eu deixei”

Atrás de mim, 
rastros de poeira nas estradas
‘Por onde quer que eu vá, sei que vou sozinho”
Pra onde vai esse povo 
que parece um zumbi?
Eu hein? 
Dá uma olhada se eu morri direito.

No lado B da vida, 
é tudo uma mesma coisa
A gente ama. Bebe. Sofre... 
e, dizem, até se morre
Pra conseguir um crachá de volta ao lado A

Nascer de novo, por aí, segundo Buda
É preciso não ser bundão
e ter, pelo menos, alguns bônus...
Eu como quem não quer querendo, 
acredito! 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

BUDISMO


Aprendizados


Há uns quatro séculos, eu já sabia ser a cor da pele
Algo não tão importante quanto a pureza da alma;
Se hoje uns poucos pensam o que a maioria repele
É que não aprenderam essa lição nos tiram a calma.

Há uns três séculos, aprendi que a amiga dor expele
a soma dos nossos erros que marca na mão a palma.
O aprendizado de ontem, forçosamente impele
A sermos seguros como o barqueiro à sua xalma

Há dois séculos estive ao lado de revolucionários
Que se insurgiram contra todos os preconceitos
E fomentaram na Terra, o ideal inspirado da Luz

Se há menos de um século, existem os refratários
É que as gerações mudam, mas não os preceitos

Ditados aos discípulos pelo bondoso mestre Jesus