domingo, 10 de novembro de 2019

Celular e céu lugar


dos vícios meus,
que atento ainda descrevo
como inimigos
o do celular nesses dias de hoje
é o que mais compulsivo me faz.

deixei o cigarro
e hoje me alimento de ler
o celular
a cada depressivo instante meu
olho para ele e ele me responde

que diabo tudo isso!
me salvei de uma escravidão
e caí noutra
quando depurar-me de tudo isso
devo alcançar o céu, meu lugar.