domingo, 30 de junho de 2013

O mistério oculto do outro lado da vida

.

quando se sai da vida, 
onde é que a história nossa silenciosa, esconde-se?
por onde é que vagueia a nossa voz sentida, 
erguida em meio a tantas lutas tantas?

Em que esquina o riso hoje adormecido 
se levantará em nova dimensão?
perguntas que se fazem quando o fio da vida 
rompe-se e deixa enorme silêncio

A gente, então, imagina, que além desse mistério Vida 
um outro ainda se esconde.

domingo, 16 de junho de 2013

Uma nuvem sombria

.
Um sonho ou desprendimento na mdrugada desse domingo. Como gosto de anotar tudo, escrevo.

Alguém fala que atente ao dia 19. Acho que de julho. Mas pode ser deste mês, quarta feira.

Uma frase no ar me deixou em alerta: "nuvem sombria, no dia 19 de julho".

Espero que não seja nada de sofrimento. Comigo ou com quem quer que seja.

Vale, inclusive, para o resultado de Brasil e México. Jogo realizado nesse dia, aqui em Fortaleza. 

sábado, 8 de junho de 2013

SEMENTES DO PLANETA TERRA

.


Semente nova colocada sob a terra,
Em outra estação do tempo, eu
Fui colhido na semeadura de paz
Do fruto do amor que uniu meus pais.

Verões se passaram e eu na primavera
Derramei de meus galhos folhas e frutos
Por invernadas que passei solidariamente
Até chegar ao outono desse meu tempo hoje.

Aguardo o instante de uma vez mais
Voltar a semear meu corpo na santa Terra
E deixar saudosos os que me abrigaram. 

Promessa de renascer em estação outra
Sou, por isso adormecer nesse chão irei 
até que meus pés venham caminhar de novo.