segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

quem é aquele anjo que vela com cuidado
do antigo ator da tevê Ceará, hoje já velho,
que já não põe o rosto naquele espelho 
que era todo o ganha-pão, no seu passado? 

de quem é a mão que o conduz lado a lado
pela casa toda, sempre com um bom conselho 
de vez em quando liga a tv, e o aparelho 
o faz recordar amigos e o que já não é lembrado.

Foi no Lar de Clara, no sábado recente, 
que a amiga Zezé contou-me, tê-lo visto
assim alquebrado, que até lhe causou choque

ainda bem que um amigo, é do paciente 
uma espécie de anjo, como quer o Cristo.
saúde, paz e vida longa Ari Sherlock. 

sábado, 9 de janeiro de 2016

POESIA: O CÉREBRO E A FIGUEIRA

O CÉREBRO E FIGUEIRA 



Na vida de todo mundo,
o cérebro é força primeira

que se levarmos à fundo
comparamos à figueira.

Quando jovem, um segundo

basta para render-se faceira
ao seu doce e mais fecundo
fruto. Dá que é de carreira.

Quando o tempo passa veloz
que a nossa memória falha,
ele ainda mais parece a figueira.


Já não responde a essa voz
do arquivo e em nós trabalha
sem a mesma força primeira.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

A VIA DO CORAÇÃO

A via do coração 

é a que melhor aproxima o homem 
de seu estado natural. 
Por ela, a prana orgânica se intermedia 
e emana o sumo vital 
que nos propicia a presença nesse plano.

Singular é o bem 
que qualquer um possa administrar a sua consciência, 
virtualizando o credo animado de todos 
por uma existência mais reta e o conviver mais tranquilo.

Que do mestre ascencionado 

de cada um dos que estão a caminho na estrada terrena, 
consiga fluir emanações de luz

e que no báratro da dor, 

que a todos nós cobra as suas dívidas pretéritas. 
unamo-nos em paz e amor.
(De Nonato Albuquerque - 01.01.16)