sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Carta de amor Opus 1

Carta de amor Opus 1
nonato albuquerque

escrevo-te essas bem traçadas linhas
para dar conta do que te devo, resposta
de como andam as tuas e as minhas
coisas, das muitas que a gente gosta

não sou de esconder em entrelinhas
a verdade que tenho e que bem posta
revela-te minha alma e se adivinhas
e ti entrego-te assim aqui exposta.

não rias desse meu vetusto gesto
de falar como nos velhos alfarrábios
é que somos de antepassadas eras

se nessa existência não te sou modesto
é que lições aprendi com outros sábios
a me guardar pra ti noutras esferas.